Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Dos tempos de escola ... (parte 4 - A merendeira)

Quando entrei na escola, o Bento era só um bloco com 4 salas de aula, mais a secretaria e a sala dos professores, onde ficava o mimeógravo (que um dia, muito feliz, deixaram eu usar; passei várias folhas todas borradas, cheirando a álcool). Depois foi evoluindo, fizeram-se salas, uma quadra de esportes (horrível, de cimento, só chão) e banheiros novos, grandes, que eu usei talvez duas vezes, porque tinha vergonha, ou medo.

E tinha também a horta, para as famosas aulas de técnicas agrícolas, administradas por meu vizinho Celso, que era muito amigo da minha tia e fumava enroladinho sem parar (mas não durantes as aulas, certamente).

Lá havia a Dona Iara, merendeira, que fazia umas massas com saridnha muito gostosas (só que no fundo do prato ficava uma água sem gosto nojenta). Ela ia de sala em sala, com uma bandeja, um pouco antes do recreio, perguntar quem queria merenda. Às vezes eu queria. Às vezes eu queria e não pedia, porque achava meio chato ficar com um prato sobre a classe nos últimos minutos da aula, os colegas te olhando... Às vezes eu nem queria, mas pegava pra Dona Iara não pensar que ninguém mais gostava da sua comida.

Ela era amiga da minha vó, com quem vendia Avon e Hermes.

Me lembro que no Dia da Merendeira fiz um desenho pra ela, acho que quando estava na segunda série, lá em 1988. Seria Dona Iara na frente de uma panela e um grupo de alunos agradecendo sua dedicação. Bá, deve ter ficado horroroso.