Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

A carta

Estava eu no cyber café para imprimir umas coisas (você sabe, pessoa sem impressora em casa tem que fazer peripécias pra conseguir uma folha pintadinha de preto), quando notei que o editor de textos do computador em que sentei estava aberto. Lá mostrava-se, pois, uma carta. Escrita em sete de fevereiro, é uma declaração de amor de um homem à pessoa amada – que, por venturas do destino, está distante. Sem mais delongas, colocarei trechos da carta aí, os quais eu, indiscretamente, copiei. Não havia assinatura, apenas a data.

Percebi que o rapaz escreve decentemente e não derrapa na gramática. É uma carta bem bonita, creio que muitos gostariam de ser seu destinatário.

"“Peguei em várias folhas de papel e pensei sobre o tempo que passei ao teu lado. Durante três anos, compartilhamos amigos, sentimentos, alegrias e tristezas, compartilhamos a nossa vida. Listei todas as experiências boas e más que consegui lembrar.


Comecei por lembrar. Recordar do dia que te conheci, do nosso primeiro telefonema, no meu embaraço ao ouvir a tua voz e o dia que pela primeira vez disse que te amava. Pensei também nas discussões que tivemos, não lembrei dos motivos pelos quais discutíamos, mas lembrei-me em como me sentia feliz quando conseguíamos conversar e resolver os problemas. Foi assim que aprendi a comunicar e ir ao encontro dos acordos, lembrei-me também quando fazíamos as pazes, essa sim era a melhor parte. Lembrei-me de todas as vezes que me fizeste sentir forte, necessário e especial. Do nosso primeiro encontro, do nosso primeiro beijo, do teu olhar, dos nossos momentos e do fim.


Enchi o papel com a nossa história, e, na medida em que as folhas iam ficando escritas, dei conta do quanto me ajudaste a crescer e a conhecer-me melhor. Eu teria sido uma pessoa diferente sem ti. Acho que é verdade quando se diz que é melhor amar e perder do que jamais se ter amado. O amor é sempre enriquecedor. A sua presença por mais fugaz que seja, deixa vestígios positivos na nossa vida. Como a flor beijada pelo sol abre em festa de cores, a criatura que recebe amor repleto de riqueza interior. O amor engrandece a alma e clarifica a vida. O amor assim nunca se perde.


Não importa que tu estejas tão longe, tão distante de mim, mas através do meu pensamento trago-te para junto de mim, para que possas receber o meu abraço e demonstrar-te o meu carinho e como ainda gosto de ti.”"

7 comentários

Comentar post