Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Perdendo dentes

Meus piores pesadelos são com dentes. Detesto pensar em dentes, meus dentes, suas raízes, suas gengivas, as bactérias atacando, furando, dentes quebrados, sangue, dor. Sonhar com isso então, é muito pior porque ( e se você já sonhou alguma vez sabe disso) parece que está acontecendo de verdade.

Pois ontem tive um novo pesadelo com dentes. Sonhei que tinha ido comer alguma coisa numa lancheria árabe com minhas amigas Helen, Graziana e o Daniel Soares que eu não vejo há meses. Eu pedi uma esfiha vegetariana e me vieram com um bolinho pequeno de não sei o quê. A Graziana xingou a garçonete porque pensava que estávamos no Habibs (mas era um boteco fedido). Daí comecei a sentir frio. Muito frio. Tentava disfarçar, mas meus dentes tilitavam, tremiam mesmo. Eu os apertava para tentar parar com aquilo, mas tanto apertei que os dois da frente caíram. Senti muita dor e começou a sair sangue. Me levaram amparado para casa. Chegando no meu apartamento, tudo imundo, desarrumado (como na realidade é). O vaso sanitário estava entupido também. A Helen meteu a mão para desentupir e disse que um sapo deve ter entrado e ficado preso. Eu, com a habilidade do dono, tiro uma maçã do cano e escondo, envergonhado. Sempre com a sensação terrível de dentes faltando.