Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

and i must be an acrobat

Começando a campanha de sensibilização de Deus, para que Ele ajude este seu filho a ir nos show do U2, passarei a colocar, a partir de hoje, até fevereiro, versos da banda ali no cantinho superior direito.

Serão dois shows em São Paulo, dias 20 e 21 de fevereiro, e um em Buenos Aires, dia 03 de março. Em um deles eu pretendo ir. Quando, em 1998, U2 fez shows no Brasil e eu não pude ir por ser muito novo e não ter dinheiro para encarar uma viagem, fiquei tristíssimo e e decidi que, na sua próxima vinda pra cá, eu iria, nem que fosse um show no Acre.

u2_b.jpg

Agora é questão de tomar decisões. Talvez eu não tenha os 600 pila para fazer a viagem, mas para isso é que serve cartão de crédito. O problema é estabelecer prioridades e descobrir que o show não é uma delas. Consegui pagar a dívida astrônomica que eu nutria com a Credicard, e não gostaria de fazer outra, que será impagável em vista de outras coisas que terei que comprar nos próximos meses. Outro problema é que já há pacotes de viagem à venda, as pessoas estão comprando, e se eu não me decidir logo, vou ficar a ver navios. Então, não sei. Mas esse é o único show que eu tenho realmente vontade de ir. Afinal, é minha banda preferida, tenho 13 discos deles, sei cantar 90% das músicas, e fiz meu e-mail em homenagem ao Bono Vox (isso agora parece infantilidade, mas na época foi interessante e, como se tornou meu e-mail oficial, é complicado mudar).

Finalizando, o verso que coloco ali é da bela Acrobat, do meu disco preferido Achtung Baby, o mais triste de todos.

"I know that your time is coming round
Don't let the bastards grind you down"

E, parafraseando Fernando Pessoa, para os outros nós somos os outros. Enquanto achamos que alguém é o bastardo que está nos opimindo, outra pessoa acha que nós, os bastardos, estamos a oprimi-la.

Há dias queria escrever isso, não sei bem por quê.

(foto de Anton Corbijn)

3 comentários

Comentar post