Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Lá na montanha

Filmes adultos não são muito comuns hoje em dia (não, King Kong não é um filme adulto, nem A Noiva Cadáver). É a juvenilização do cinema, você sabe, já deve ter lido algo a respeito. Filmes como BROKEBACK MOUNTAIN são marcantes. Porque tratam os personagens como pessoas, com todas suas problemáticas existências, desistências e resistências. E todo seu problemático amor. Todo seu problemático amor.

E, diferentemente de outros tantos filmes que trazem como protagonistas homossexuais, não é uma tragédia. O destino não abate-se sobre suas cabeças e os condenam. Não é um Monster da vida, está longe de ser Meninos não choram. É sutil, simples e profundo. E é normal. Não é um filme estiloso, não é um filme que agride, choca ou tenta ser simpático. É um filme que vem, mostra, diz, reflete, e se vai. É um daqueles filmes que não se assite, somente: têm-se uma experiência.

1 comentário

Comentar post