Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Assis Brasil ao meu redor

Ok, vou no show da Marisa Monte sábado. Voltar de lá é que está difícil. O Teatro do Sesi fica caindo na Freeway, não sei como pode haver algo naquele lugar. Pra ir, só tem cinco linhas de ônibus, quatro das quais só funcionam em dia úteis. Voltar é impossível se não for de carona, de táxi, de van ou a pé. Carona talvez role, com alguém que eu não conheço e que terá que a) me deixar em algum lugar absurdo para eu pegar ônibus até o centro ou b) desviar-se quilômetros de seu caminho para levar-me perto de casa. Nem uma dessas me agrada. Táxi até o centro vai custar quase o preço do ingresso (ou mais). Se eu sair de lá a pé procurando algum lugar mais decente para pegar ônibus, vou ser esfaqueado 57 vezes. Me restam as vans. Vou ligar e me informar dos preços.

Eram três dias de apresentação. Como lotou, abriram mais dois dias. Não sei como tantas pessoas pagam caro pra ver Marisa Monte cantando. Se ela fosse velha, tudo bem, poderia não haver outros shows. Mas todo mundo sabe que ela vai lançar mais 18 discos antes de se aposentar, então não sei qual é a do pessoal. Eu vou porque ganhei o ingresso, pois não pagaria de 60 a 120 pila por uma noite com alguém que nem vou poder beijar... Prostitutas são mais baratas e fazem coisas mais próximas da gente. E podem até cantar Amor I Love You se pedir com jeitinho.

O disco novo de sambas dela, Universo ao meu redor, é bonitinho, mas nada que se possa dizer "oh, que disco bom!". Algo que poderia ser descrito apropriadamente como "meigo" não acho que seja um trabalho do nível de uma artista cujo show é 120 reais.

Ok, Graziana, agora me xingue...

3 comentários

Comentar post