Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Rinoplastia e septoplastia - Cirurgia - O que não deu certo comigo

Pois a cirurgia do septo é algo muito simples. Geralmente a alta do paciente se dá no mesmo dia, sem tampão no nariz, apenas com curativo superficial. Mas há aqueles casos onde algo não dá certo, e comigo, infelizmente, aconteceu o imprevisto.

 

Minha cirurgia foi em 18 de fevereiro deste ano de 2015. Depois de estar já na sala de recuperação (o tempo de recuperação após a cirurgia é em torno de 2 horas), acordando da cirurgia, pronto para ir pro quarto para receber alta, com meu curativo pequeno da cor da pele sobre o nariz, me fixeram sentar na cama para beber água e então percebemos que eu estava sangrando . Já devia estar sangrando antes, mas como estava semi-deitado não se percebia (estava escorrendo pela garganta, sim, pois é). As enfermeiras ligaram para a médica, que deu instruções de colocarem algodões com cloridrato de oximetazolina e deixassem um tempo. Fizeram isso. Aparentemente sangrar um pouco ao tentar levantar é normal e contornável.

 

Na retirada, em torno de uma hora depois, estava sangrando ainda. Repetiram o procedimento, e chamaram minha mãe para me ver. Era início da madrugada e ela estava aguardando; como eu não iria mais para o quarto, ia ficar em observação até de manhã, a equipe achou bom deixar ela comigo alguns minutos para que pudesse ir para casa mais sossegada. Um tempo depois retiraram os algodões e novamente sangrava. Desta vez minha pressão baixou, meu batimento caiu e acharam uma boa ideia chamar a médica. 

 

Lá pelas quatro horas da madrugada a médica veio para o procedimento de urgência; com um sugador, foi enfiando nas narinas para retirar o sangue e ver o que acontecia. Não tinha o que fazer no momento a não ser me tamponar. O uso de tampões não é mais prática corriqueira na septoplastia, como era antigamente. Praticamente mais ninguém é tamponado - mas eu fui, de urgência, na madrugada, completamente acordado. Imagine que isso é uma experiência das mais horríveis que se pode ter ao recém passar por uma cirurgia. O tampão não é um simples pedaço de algodão, é um negócio enorme, que vai fundo no nariz e preenche as narinas todas de modo que você parece inchado. 

 

tampão-nasal.jpg

 

A partir de então, respirar só era possível pela boca (o que vai deixando os lábios secos e rachados e a garganta ardendo). Cada vez que engolia saliva era um movimento que fazia sentir o rosto todo, e sempre uma tensão pela dor que podia dar.

 

A dor, no entanto, não era muita. Teve uma hora que pedi remédio, logo depois do tamponamento, pq estava ardendo. Fora isso, foi tranquilo neste quesito. 

 

Pois ainda estamos a verirficar o que pode ter causado a epistaxe (que é o sangramento pelo nariz). Ter hemorragia assim não é normal, e talvez eu tenha algo que os exames de praxe não detectaram. Precisarei consultar um hematologista. Era minha primeira cirurgia, nem se imaginava que isso fosse acontecer.

 

No próximo post, o dia tamponado e a retirada do tampão...

 

Post anterior: 

Rinoplastia e septoplastia - Como é

 Post seguinte:

Rinoplastia e septoplastia - Retirando o tampão

 

 

Rinoplastia e septoplastia - Cirurgia - Como é

Então me preparei para fazer uma septoplastia, que é cirurgia para correção de desvio de septo. Respirava mal, geralmente apenas por uma narina, daí resolvi fazer a cirurgia. Junto, já que íamos mexer ali, decidi também fazer uma rinoplastia, que é cirurgia plástica do nariz. Sempre tive nariz grande, e ultimamente também percebi que ele era torto; se já pode tudo ser feito num único procedimento, vamos lá. Nunca tive problemas específicos com meu nariz esteticamente (principalmente depois do aparecimento de Adrien Brody), mas não achava exatamente bonito. Os nomes dos procedimentos seriam rinosseptoplastia e cauterização linear de corneto inferior.

 

Septoplastia_.jpg

 

 Antes de agendar a cirurgia tive umas cinco consultas com minha médica, doutora Raphaella Migliavacca. Tentamos melhorar a respiração com medicação anti-alérgica e sprays, mas não deu resultado. Marcamos a cirurgia para o Hospital de Clínicas. Antes de marcar, tive que fazer exames de sangue, e conversamos sobre as mudanças estéticas que eu esperava. 

 

Como tenho Unimed, fui chamado para fazer uma consulta de perícia no plano, onde constataram o desvio de septo e liberaram a cirurgia e a internação (mas não a rinoplastia, porque apenas estética, que fica um valor à parte à ser pago à equipe médica).

 

No dia da cirurgia, jejum de 8 horas de comida e de 4 horas de água. Fui solicitado a chegar com uma hora e meia de antecedência, para ir fazendo os papéis de entrada no hospital. Me chamaram para a preparação em torno de meia hora antes do horário da cirurgia; daí tive que tirar a roupa toda e vestir um daqueles camisolãos com as costas abertas. Fiquei aguarando na maca, na sala pré-operatória, onde a anestesista veio falar comigo. Fez algumas perguntas, ela disse que seria anestesia geral, assinei um termo, e em breve fui levado para a sala de cirurgia, onde a anestesia fez efeito rápido e eu apaguei.

 

No próximo post continuamos, contando o que aconteceu de inesperado na minha cirurgia...

 

Post seguinte: 

Rinoplastia e septoplastia - Cirurgia - O que não deu certo comigo

 

 

A volta dos que foram

Então, estou eu aqui ressuscitando este blog que há mais de três anos está jogado no esquecimento (menos para as pessoas que ainda procuram por "Antonio Fagundes pelado" e continuam a cair neste post). 

 

Pois tenho alguns assuntos que gostaria de compartilhar e não vejo porque criar outro blog, nem há razão para tratar disso no Facebook, que tem um foco limitado e atinge meus conhecidos que provavelmente não vão se interessar. 

 

Blog é bom porque pode atingir pessoas aleatórias procurando pelos assuntos tratados, então vamos lá que de pessoas esses mundo está cheio.

 

Nestes últimos anos realmente muita coisa mudou. Mudei de trabalho, de casa, terminei um relacionamento longo, estive na Europa, conheci pessoas importantes e outras nem tanto. Vamos ver onde vamos parar.