Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Cadeiras e pinturas

Pois comprei duas cadeiras usadas. E eles eram assim, meio manchadas. Porque são bem usadas. Achei que era brancas e estavam amareladas, e iam ficar brancas de novo se eu passasse água sanitária. Não ficaram, porque na verdade nunca foram brancas, mas de uma cor assim meio bege.

Pois inventei de pintar as cadeiras. Iniciei este pensamento com vontade de usar tinta spray. Mas como elas são de um material sintético que imita couro (napa ou courino, não sei), pensei melhor e vi que nunca uma tinta spray normal ia pintar decentemente, sem o risco de manchar a roupa de quem nelas se sentasse.

Então pesquisei um pouco mais e cheguei á conclusão de que o melhor era comprar tinta para couro. Então lá fui eu em uma casa de artigos para couro que tem um sapato de palhaço na vitrine. Comprei por R$ 8,00 um vidrinho de tinta Amy na cor manteiga, que era quase a cor original das cadeiras (minha idéia inicial era pintar de azul ou verde, mas acabou vencendo a praticidade - afinal pintar de uma cor parecida disfarça as falhas que possa ocorrer na pintura).

Fui pintar, e foi desastre. A tinta seca rápido demais e é grossa demais. resultado: pra pintar 2 cadeiras, que são por inteiro revestidas, vou precisar de uns 10 vidros de tinta. Além disso, ela não se dissolve em nada mais além de um solvente próprio da marca - que eu não comprei. Assim, o pincel e o rolinho de espuma que eu usei não prestam mais. Fiquei com uma cadeira só com uma ponta pintada, e agora não sei se deixo assim, ou se compro o tal do solvente pra afinar a tinta e testar a pintura novamente. Um terror. Queria fazer tudo no fim de semana, mas fui pego de surpresas pelas ondas desta vida bandida.