Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Leões onde?

Montgomery Clift era o bom moço de Hollywood no início da década de 50, era o galã sensível, o genro que toda mãe gostaria de ter. Ele foi um dos melhores atores de cinema de sua geração. Até que coisas aconteceram, seu cérebro e seu corpo foram deteriorando-se. Em Julgamento de Nuremberg seu personagem dá um depoimento confuso e titubeante. Dizem que foi assim porque Clift não conseguia lembrar das falas.

lions2.jpg

Assisti a Os Deuses Vencidos (The Young Lions – nem um dos títulos faz o mínimo sentido, realmente). Sem, dúvida ele é uma atração dentro do filme, com seu jeito frágil e sua interpretação esclerosada. Parece que está perdido no mundo.

O filme é de 1958, Clift estava envelhecido e abaixo do peso. Já Marlon Brando estava bem forte e é incrível. Ele faz um oficial nazista. Nunca tinha ouvido falar nisso. Está mais loiro do que Paris Hilton na praia, com sotaque germânico e uma calma tremenda ao falar. As bombas estão caindo, mas ele nunca perde a classe.

Ao contrário do que se pode pensar, ele não é o vilão. É um princípio interessante, inclusive, do roteiro. Ele é um alemão que vê no exército um modo de subir de vida, acreditando na força de seu país, mas sem concordar com a matança e tal. Para os anos 50 acredito que tenha sido uma novidade.

lions1.jpg

Esse filme junta os três atores com melhores nomes de todos os tempos: além de Montgomery Clift e Marlon Brando, Maximilian Schell. Ninguém chama-se melhor do que eles.

Schell, um puta ator alemão, quarenta anos depois foi engolido pela onda gigante que resultou da queda do meteoro em Impacto Profundo (que é um bom filme, apesar de não parecer). Enquanto isso, Brando pintava-se todo para aparecer ridículo em A Ilha do Dr. Moureau. Clift sorria de seu túmulo.