Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Dois em um

A melhor coisa de Melinda e Melinda é uma das atrizes secundárias, BROOKE SMITH. Não que ela interprete a amiga da protagonista de forma arrebatadora. Entretanto, ela é a mulher que ficava gritando dentro do poço em O Silêncio dos Inocentes. Saber disso me deu a nostalgia desse filme inesquecivel. Além de Brooke, outra lembrança de tempos idos: JONNY LEE MILLER interprata um ator fracassado e infiel que detesta Melinda (ainda mais porque ela hospeda-se na sua casa). Não sabe quem é Jonny Lee Miller? É o Sick Boy. Não sabe quem é Sick Boy? É um dos personagens chapadões de Trainspotting: o carinha de cabelo descolorido que se fode no final. Junto com Renton são os drogados mais gente boa do cinema.

Já no filme de Woody Allen, papo demais e tudo de menos. Melhor ler um livro. Tá certo que há a boa idéia de contar uma (quase) mesma história em termos dramáticos e cômicos. Tá certo que, apesar de palavras demais, o texto é bom. Tá certo que os atores são bastante competentes (Chloë Sevigny com seu jeito de depressiva enrustida é a melhor). Tá certo que é um filme pequeno, sem explosões nem perseguições, que tenta mostrar que a vida pode ser percebida de mais de uma forma (só para os roteirstas, na verdade; pra quem vive é sempre a mesma bosta). Tá certo que não há ninguém querendo acabar com o universo, nem com Gotham City (e isso, realmente, é um grande alívio). Porém o resultado disso tudo é um filme "legalzinho" que não chegou a me empolgar, ou satisfazer, ou divertir, ou interrogar, ou perturbar nem nada. Não é ruim. Só dispensável.