Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

I'm Fiennes, thank you

ralph2.jpg

Ontem trocando de canal na televisão, noto que a Ulbra Tv estava passando O Morro dos Ventos Uivantes, com a Juliette Binoche e o Ralph Fiennes. Aquilo que é drama de verdade. Heathcliff é meu ídolo.

Enquanto observo minha tela chuviscada, onde fica impossível ler as legendas, lembro de outros filmes com Fiennes, este grande ator galês que despontou em 1996 depois de viver o Conde Almásy no lindamente triste O Paciente Inglês. Antes, aliás, ele já tinha sido indicado ao Oscar de coadjuvante por seu nazista sádico (e barrigudo) em A Lista de Schindler, mas foi com o Paciente Inglês que ele se tornou, digamos, um galã (pelo menos durante o grande sucesso do filme - e também quando ele fez Dragão Vermelho: os tarados por lábio leporino adoraram).

Mas o que eu queria dizer mesmo é que eu assisti a Sunshine, um filme que mostra várias gerações de uma família judia, no qual ele faz três papéis (o avô, o filho e o neto, se não me engano). Um dos seus personagens é um esgrimista famosíssimo, medalhista nas olimpíadas, que é preso durante a segunda guerra mundial. A morte dele é algo de patético. Ele tem uma discussão com um guarda ou um oficial no campo de concentração, daí é amarrado suspenso em uma árvore e molhado com uma mangueira até pedir desculpas. É inverno, a neve cai, ele não pede desculpas. Morre sob o gelo que a água forma em torno do seu corpo. Incrível.

Agora ele está no novo filme do diretor brasileiro Fernando Meirelles: The Constant Gardener. Se você não sabia que Meirelles tinha feito um filme "pros gringo" espere pra ficar chocado quando lançarem Dark Water, filme de Walter Salles com um fantasma e Jennifer Connely. Pelo menos Jennifer Connely.