Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

É uma dor canalha

Ei, você que entrou aqui e por ventura está lendo estas palavras, sabe o que é estar apaixonado, sentir algo por uma pessoa que tu acha que seja especial, ter uma relação bacana com ela (talvez não a relação dos teus sonhos, mas pelo menos algo que te deixe feliz no final de algumas tardes) e, de repente, perceber que tudo chegou ao fim?

Tu já teve que se forçar a esquecer uma pessoa quando ainda gosta dela?

Tu sabe o quanto isso é horrível? É uma dor canalha que te dilacera.

É como aquelas crianças, que, por azar do destino, tiveram pais que mandavam "engole o choro!" enquanto palmadas lhe faziam querer explodir.

Triste, muito triste, quando se sente saudade e não se pode ter a pessoa do teu lado de novo.

Triste, muito triste, saber que vai ser dificílimo encontrar alguém tão especial. Talvez demore demais.

Triste, muito triste saber que a pessoa fez coisas que te magoam sabendo que iam te magoar e isso, de certa forma, fere mais profundamente do que um soco na cara.

E, pior de tudo, é não conseguir deixar de gostar. Pior de tudo é gostar ainda muito, e o pensamento buscar lembranças, e cheiros, e toques.

Pior de tudo é o telefone nunca tocar, as batidas na porta nunca soarem novamente, a caixa de entrada nunca ostentar um e-mail dizendo "talvez...".

Ter que esconder um sentimento que existe, ter que ignorá-lo como se nada fosse, ter que, de uma hora pra outra, tentar esquecer quem só queremos lembrar... isso dói sem parar.

E faz escrever um texto desses, que eu teria vomitado ao ler há 2 meses, mas que hoje, triste, escrevo porque queria externar de alguma forma o que eu sinto.

Agora eu posso entender as novelas das seis.

Talvez gostasse mais de Os sofrimentos do jovem Werther se eu lesse agora. Eu compreenderia.