Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Adagas inteligentes

adagas.jpg

Como escreveu Isabela Boscov na Veja, Herói tem uma "beleza quase excessiva". Praticamente, esse é um adjetivo que pode resumir o filme: belo. A fotografia, os cenários, os figurinos, a grandiosa alma da produção, os grandes atores, as coreografias das lutas inesquecíveis, tudo contribui para o resultado mágico, inebriante que vemos na tela (que às vezes é um pouco ameaçado por um ou outro efeito especial perceptivelmente artificial - mas até nos Matrix isso acontece). Inclusive os nomes dos personagens são líricos e bonitos: Céu, Neve que voa, Espada quebrada... O roteiro é surpreendente, nos envolve em mentiras e versões várias para a história e a verdade vem só no final.

Roteiro intrincado e surpreendente também é o de Clã das Adagas Voadoras (na foto, meu ídolo Andy Lau), do mesmo diretor, Zhang Yimou (responsável pelo clássico Lanternas Vermelhas).

Todos os adjetivos acima listados servem para este filme, menos o de "excessivamente belo". É lindo, belo na medida certa. Sem explosões de cores, sem efeitos especiais tomando a tela. Não vou aqui ficar fazendo crítica cinematográfica, porque ninguém ia ler mesmo. Só digo que é um filme poeticamente dirigido, com as cores nos lugres certos, os figurinos pensados exatamente como deveriam, as lutas perfeitas (embora uma ou duas sejam longas demais...).

Contudo, uma das coisas que mais me marcaram foi a vocação pra Rambo que os personagens principais têm. Eles lutam contra um exército, matam todo mundo, fogem de chuvas de bambus pontudos e só ganham cortes superficiais. Algumas sequências são até engraçadas por causa disso...

Mas, como me disse a Paola, ou você acredita ou você acredita. Não há muita opção: é bem fora da lógica civil, mas não importa.

Que lógica, aliás, existe em ficarmos fingindo que estamos vendo pessoas na China em 859?

Então, que finjamos também que tudo o que acontece é possível. Sim, uma adaga pode fazer curvas como um míssel tele-guiado; sim, uma adaga pode cortar 40 bambus em círculo; sim, uma pessoa com uma adaga no coração pode ter forças pra salvar o seu amor da morte, com uma pontaria espetacular... Sim, você é a verdadeira Mary Poppins.













Canalha

É uma dor canalha
Que te dilacera

É um grito que se espalha
Também pudera

Não tarda nem falha
Apenas te espera

Num campo de batalha
É um grito que se espalha

É uma dor
Canalha


(música de Walter Franco)

Para você de novo...

Pelo que entendi, você não quer ficar com quem gosta de ti...

Prefere ficar com quem não se importa contigo e só ta pensando em gozar? Não faz nem um sentido.

Para você...

Desculpe, te excluí do meu msn por um tempo. Acho melhor. Não tô a fim de ficar bancando o chato.

Mas ainda acho que você não foi legal comigo nesses dois últimos dias. Lembre-se: respeito é sempre bom.

Se por alguma misteriosa razão você quiser falar comigo, sabe como entrar em contato.