Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

Omar crucificado

Semana passada assiti por acaso à primeira parte da entrevista de Omar Sharif no programa Conexão Roberto D'ávila, na TVE. Jurei que ia me lembrar de ver a segunda parte hoje, e não lembrei. Mesmo assim eu vi, porque troquei de canal quando já estava passando e lembrei que não tinha lembrado de lembrar.

Foi uma das entrevistas mais interessantes que já vi. O entrevistador sempre cultíssimo, e o entrevistado dizendo coisas sensacionais. Os temas giraram em torno de simplesmente tudo. Desde seus primeiros filmes, o começo da sua carreira no Egito, sua ida pra Hollywood, até as desvantagens da democracia atual e os problemas da desunião dos povos árabes.

Uma das melhores partes foi quando ele disse que sempre preferiu sair com mulhres um pouco feias, porque as bonitas se acham a própria atração da noite e não fazem nem um esforço para ser agradáveis; desde criança ficaram ouvindo que são lindas e acham que só isso basta. Enquanto as nem tão belas têm outras coisas para oferecer que não apenas a aparência.

Talvez o próximo filme com Sharif a ser lançado no Brasil é o que traz ele interpretando São Pedro. E daí eu soube de algo muito incrível: São Pedro morreu crucificado e seu último desejo foi que sua cruz ficasse de cabeça para baixo, porque ele não se sentia digno de morrer como o Cristo, queria algo pior.

Grande imaginação tinha Pedro.

U2 e ele

corbjin.jpg

Desde 1982 Anton Corbjin acompanha o U2. E ele não é produtor, guitarrista, fanático ou rodie. Ele é fotógrafo.

Desde o disco War, todas as capas de discos da banda, assim como as fotos internas, são dele. Este ano ele está lançando um livro com a retrospectiva das fotografias (publicadas nos discos ou não). Em U2 & I, além de todas as incríveis fotos, as 416 páginas trazem textos do Bono (que, no seu site, Corbjin diz ser a pessoa que ele mais fotografou em toda sua carreira), Salman Rushdie, Win Wenders e até de Bill Clinton, além de anotações do próprio autor.

Não é nada barato (como não são baratos todos os livros fotográficos): custa 98 euros e pode ser comprado através do site http://www.u2-corbijn.com.

Profissional desde o final dos anos 70, Cobjin, claro, fotografa outras coisas além do U2,especialmente artistas para capas de discos e revistas. R.E.M., Depeche Mode, Bryan ferry, Travis e Eagle Eye Cherry são alguns que tiveram trabalhos ilustrados com as suas imagens.