Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

A rainha não conhece o Rock

Do site da revista Veja:
A rainha Elizabeth II ofereceu recepção no Palácio de Buckingham aos grandes nomes da música pop, entre eles 3 grandes guitarristas ingleses: Eric Clapton, Brian May e Jimmy Page. Só que a rainha não os conhecia. Primeiro ela perguntou a Brian May o que ele fazia. Depois quis saber se Jimmy Page também tocava guitarra. Eric Clapton tentou evitar a situação e apresentou-se. Não adiantou. "Você tocou violão muito tempo?", perguntou a soberana.

Pensem o que quiser

"Na vida privada de Michael Jackson, em lugar dos livros infantis na hora de dormir e conversas sobre Peter Pan, ele falava aos meninos sobre masturbação."

De Tom Sneddon, que é promotor no tribunal que julga o popstar de acusações de pedofilia. (retirado do site da revista Veja).

Chinelagem

brasil_tv.jpgGrande livro: Brasil em Tempo de TV, que traz 50 artigos de Eugênio Bucci publicadas no Estado de São Paulo. Todos tratando de TV aberta (novelas, publicidade, horário político, telejornalismo), com muita inteligência e alguma ironia. Não concordo com tudo que ele diz, mas admiro sua profundidade. Há ótimos textos "sérios", mas quero salientar um sobre as Havaianas (que, por si só, já é um objeto engraçado). Não ria tanto lendo alguma coisa há bastante tempo. Foi publicado em outubro de 94, por ocasião do retorno das sandálias às campanhas publicitárias, depois de um tempo fora da mídia. Bucci faz uma análise do sentimento de se calçar Havaianas nas décadas anteriores e, num parágrafo delicioso, relembra quando os chinelos soltavam as tiras e a pessoa tinha que ficar "abotoando" de volta na sola. Mas a previsão dele, de que as Havaianas estavam condenadas ao esquecimento (o mesmo esquecimento que levou embora a Conga), frente ao surgimento do Rider, estava, como sabemos, equivocada. Até eu ganhei uma Haviana há uns dois anos. Está praticamente nova, porque me machuca os dedos e fica batendo no calcanhar, fazendo "flep". Sem falar que no inverno é impossível usar, porque enruga e suga toda a meia por entre os dedos. Prefiro os Rider, que não têm problemas com as tiras, mas, com o tempo, quebram-se ao meio. Mas, obviamente, não há chinelo que dure para sempre.

Eles têm vozes normais!

barrados2.jpg Eu era muito fã de Barrados no Baile quando tinha lá meus 12, 13, 14 anos. Assistia à série dublada, na Globo. Voltei a ver episódios dublados novamente na TV Guaíba, aqui em Porto Alegre. Mas, há uma semanas, me deparei com a séria falada em inglês, com som original, sei lá em qual canal da Tv a cabo da minha mãe. Há! Os atores tinham vozes de adolescentes! Isso foi muito estranho pra mim. Me acostumei, durante anos,a ver o Dylan ou a Kelly falando coisas bobinhas, mas com a voz dos dubldores, provavelmente com bem mais idade que os atores. E eis que ouço Dylan, todo gostosão, falando fininho. Muito engraçado! E nem a Dona, nem a Kelly tinham aquela voz sensual da versão brasileira. Muito bom saber disso. Não sei exatamente porque, mas foi muito bom.