Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

obnubilado

Blog que ainda existe, apesar do tempo.

A Paula é boa, a Taís é má (parte 2)

Ontem estava eu conversando sobre Selva de Pedra e traçando alguns paralelos (na verdade, não-paralelos), com a novela atual do Gilberto Braga. O fato de o mocinho encontrar a mocinha internada na clínica e descobrir que a gêmea má está se fazendo passar pela outra assim, tão rapidamente, me fez lembrar das tramas incríveis que duravam meses, como no exemplo da obra de Janete Clair citada.
Pois então, constato que a Veja dessa semana traz uma matéria exatamente sobre isso. Li e gostei, pois não ficam falando mal de ninguém, mas tentam perceber a evolução do ritmo das novelas ao passar das décadas.

"O ponto é que as tramas das novelas, de modo geral, se tornaram mais ágeis. Todos os 174 capítulos de Dancin' Days, que Braga escreveu em 1978 e exibia um andamento acelerado para a época, não renderiam mais que oitenta de Paraíso Tropical. A pedido de VEJA, Mauro Alencar, doutor em telenovelas pela Universidade de São Paulo, fez uma análise estatística de quatro produções da Globo de épocas diferentes. Um dos indicadores consistiu no tempo que uma nova situação leva para ser resolvida dentro da história. Em Selva de Pedra, escrita por Janete Clair nos anos 70, isso podia demorar oitenta capítulos – ou até a novela inteira. Em Paraíso Tropical, a maioria das armações dos vilões Olavo e Taís se resolve em três capítulos."

Então me lembrei também do ótimo texto escrito pelo Bruno Medina no seu blog do G1 sobre novelas e pessoas.

"
Acho engraçada a turma que torce o nariz para as novelas, mas adora as séries americanas. Não se trata de uma questão de patriotismo pois, apesar de ser fã da dramaturgia nacional, reconheço o valor de certas produções estrangeiras. Essa tão alardeada ascensão das séries tipo drama, sem dúvida, deve boa parte de seu sucesso a aproximação com o folhetim. O que não entendo é como o pessoal não dá o braço a torcer e concorda que as séries são – guardadas as devidas proporções – legítimas representantes da categoria novelão. Vai dizer que “Friends”, com ajustes aqui e ali, não daria uma ótima novela das sete? E “The Sopranos” não tem todos os requisitos necessários para bombar no horário nobre?"

Ih, hoje acho que não vou conseguir assistir ao capítulo da novela. Nem meu dinossauro vídeo-cassete eu tenho mais pra poder ver depois...

4 comentários

Comentar post